segunda-feira, 9 de abril de 2007

Um Dalton pouco sutil


Sutil Cia. de Teatro estréia em São Paulo peça baseada em Dalton Trevisan

A última peça produzida na cidade pela Sutil Cia. de Teatro foi em 2000. Desde então, o grupo formado por artistas renomados como o ator Guilherme Weber e a cenógrafa Daniela Thomas - também parceira costumeira de Walter Salles - tem produzido seus espetáculos em São Paulo. O retorno da produção a Curitiba vem com a produção da peça Educação Sentimental do Vampiro. “Insistimos em ensaiar em Curitiba, porque conseguimos ficar mais isolados”, fala Felipe Hirsch, em entrevista realizada em uma das três salas dedicadas ao ensaio. A trupe, que estréia hoje a peça baseada em textos de Dalton Trevisan, em São Paulo, tem seu refúgio num hotel no Centro Cívico. Três espaços para conferências foram adaptados para a companhia.

A cada produção, a equipe envolve diretamente sessenta pessoas. No elenco, desta vez, são três atores curitibanos e quatro de outros estados. Para Felipe Hirsch, é um espetáculo que causa angústia, “mas se você me perguntar por que eu quero causar angústia nas pessoas, eu não sei”. Hirsch ainda fala das dificuldades de adaptar um escritor tão próximo: “Quando você faz um Tchecov, você imagina uma Rússia; quando você faz um Dalton, você sabe quem são essas pessoas. É muito mais difícil lidar com essas pessoas sabendo quem elas são, do que imaginar um russo e um inverno na Rússia”. Além disso, o diretor sente estar passando por uma situação nova: “É constrangedor estar diante de uma coisa que é tão domínio público. Pela primeira vez, tenho a sensação de exposição total”. Em São Paulo, a peça ficará em cartaz por sete meses. Quem sabe, em 2008, teremos a oportunidade de ver a peça sobre Dalton em Curitiba.

Violência familiar

O público pode esperar uma peça pouco sutil. Num determinado momento do espetáculo, uma forte cena de sexo. A presença de violência familiar levou à classificação indicativa: não recomendado para menores de 16 anos.

Serviço:
Educação Sentimental do Vampiro
Teatro Popular do Sesi
Av. Paulista, 1313 - São Paulo
De quarta a sábado, às 20h; domingo, às 19h
Até 18/11/07

FOTO: Rafael Urban
1ª - O diretor da Sutil Cia. de Teatro, Felipe Hirsch.

* Matéria originalmente publicada no Jornal do Estado do dia 23/03/2007.


2 comentários:

Marcelo disse...

Dae Urbanos, cá vou eu tentar posta de novo. Colo abaixo o ps do ultimo post do blog do tezza. Dê uma olhada no link. Abç!

"PS.: Pra quem quer conhecer os limites da vaidade humana, uma dica. Recentemente, nada foi tão divertido e repugnante na blogosfera brasileira, quanto o blog do “artista” Gerald Thomas. Basicamente, Gerald está irado porque “se sentiu” plagiado por Felipe Hirsch na peça que está em cartaz inspirada na obra de Dalton Trevisan. Veja os posts de 11/04, “dissecando as burrices de Felipe Hirsch” e 10/04, “Felipe Hirsch, seu pobre coitado”. Pensei em escrever sobre o assunto, mas concluí que tinha coisa mais interessante para fazer."

i love my bike disse...

bonita foto.